Main menu

As minhas informações são compartilhadas com alguém?

As informações coletadas e mantidas pelo ESTA podem ser utilizadas por outras agências e componentes do DHS, com base na necessidade de cada uma em tomar conhecimento delas, e que sejam consistentes com a sua missão.

Em conformidade com os acordos atuais entre o DHS e o Department of State (DOS), as informações apresentadas no processo de solicitação de autorização de viagem pelo ESTA podem ser compartilhadas com os funcionários consulares do DOS, para ajudá-los a determinar se um Visto pode ser emitido a um candidato que tenha tido o seu pedido de autorização de viagem negado.

As informações podem também ser compartilhadas com certas agências federais, estaduais, municipais, tribais, e agências governamentais estrangeiras ou organizações governamentais multilaterais responsáveis pela investigação ou julgamento de violações da lei, ou para aplicar uma lei, norma, regulamento, ordem ou licença, ou outras aplicações onde o DHS acredita que tais informações ajudariam na aplicação das leis civis ou criminais. Além disso, as informações podem ser compartilhadas quando o DHS tenha razões para acreditar que tal uso ajudaria no combate ao terrorismo, coleta de informações relacionadas à Segurança nacional ou internacional, ou crimes transnacionais. A partilha dessas informações está coerente com o Privacy Act System of Records Notice, publicado no Federal Register em 10 de junho de 2008 e está disponível no Web site do DHS.

Embora as empresas transportadoras não recebam as informações fornecidas pelo viajante ao DHS através do pedido de autorização de viagem pelo ESTA, elas receberão a confirmação do status do passageiro no pedido ESTA, através do Advance Passenger Information System (APIS), indicando se cabe a emissão de autorização de viagem pelo ESTA e se a autorização foi ou não concedida.